THE DELAGOA BAY COMPANY

Abril 30, 2011

QUEN GUI: IN MEMORIAM

Filed under: 1960 anos, 1970 anos, BASQUET, Equipa Ass. Académica LM, Quen Gui — ABM @ 5:22 pm

Quen Gui, numa fotografia recente.

Sábado, 30 de Abril de 2011 – Faleceu esta tarde na cidade de Coimbra, Portugal, o antigo jogador de basquet Quen Gui, em resultado de doença súbita de natureza cancerígena.

Tinha 63 anos de idade.

Quen Gui pertenceu a uma geração de ouro do basquet de Moçambique e, posteriormente, Portugal, país onde viveu após sair de Moçambique.

Nasceu e viveu os primeiros anos da sua vida na cidade da Beira, no centro da então colónia portuguesa de Moçambique. De ascendência chinesa, jogou basquet primeiro no clube Atlético Chinês da Beira, cuja equipa de juniores foi Vice-Campeã de Moçambique em 1965. De seguida, ainda nos anos 60, foi estudar para Coimbra, em Portugal, tendo jogado na equipa da Associação Académica daquela cidade até à conclusão dos estudos, após o que voltou para Lourenço Marques. Na capital moçambicana,  jogou na Associação Académica.

Em Portugal, já depois de 1975, foi jogador na equipa de basquet do Clube Académico de Coimbra (durante um período conturbado de reestruturação do desporto na Associação Académica de Coimbra) e integrou várias vezes a Selecção Nacional de basquet.

Era professor de matemática numa escola em Coimbra, a cidade onde viveu durante os anos 60, quando ali cursou, e após sair de Moçambique.

Deixa uma filha do seu primeiro casamento e uma parceira, com quem viveu. Parte da sua família reside no Brasil.

À família, à sua parceira  e aos amigos de Quen Gui, apresenta-se as sentidas condolências e assinala-se aqui a passagem de um grande atleta e um bom homem.

Sobre o Quen, o Rui Pinheiro, colega e amigo, referiu hoje: “Partiu o amigo, fica a saudade para todos os que tiveram o previlégio de conviver com ele. Partiu o atleta e fica o respeito de todos os companheiros de equipa e adversários. Partiu o moçambicano e o país ficou bem mais pobre. Até sempre.”

Assim que obtidos, serão comunicados aqui os dados do seu funeral.

O Diário de Coimbra publicou a nota que se segue, que transcrevo com vénia. De notar que há diversgência na idade dele mas deixo tudo como está pois não tenho dados mais concretos, que são no fim de contas pouco relevantes neste contexto.

“Quen Gui, um dos grandes basquetebolistas que passaram pela Académica, faleceu ontem, em Coimbra.

O atleta, que continua bem vivo na memória daqueles que tiveram a sorte de o ver jogar, participou directamente no período áureo do basquetebol estudantil e de Coimbra.

O Gui, além de deixar imagens de um basquetebol de grande qualidade, era também um amigo de muitos anos, daqueles que nunca esqueceram nem a Académica nem o seu desporto favorito.

Natural da Beira (Moçambique), Quen Gui veio em 1966 para Coimbra, não só para jogar basquetebol mas, principalmente, para estudar. Teve êxito nas duas vertentes – a desportiva e a escolar. Profissionalmente, era há muitos anos um excelente professor de matemática no Colégio da Imaculada Conceição, em Cernache.

Em 1966/67 conquistou a Taça de Portugal e, em 1969/70, foi campeão metropolitano e repetiu a conquista da Taça de Portugal.
Entre 1972 e 1974 foi mobilizado para Moçambique, como furriel-miliciano, jogando em equipas locais.

Em 1974/75 foi campeão nacional da 3.a divisão, com a camisola do Clube Académico de Coimbra, e na época seguinte sagrou-se campeão nacional da 2.a divisão.

Para além da Académica e do CAC, Gui jogou ainda no Olivais, onde foi treinado por Carlos Portugal. Antes tinham sido companheiros de equipa na Académica e na selecção nacional.

Ao fim da tarde, a secção de basquetebol da Académica colocou no seu sítio na internet a seguinte mensagem. «Foi com profunda tristeza que, na parte final do nosso treino no Pavilhão Império Bonança, chegou a triste notícia da morte de Quen Gui. A Académica e o basquetebol estão mais pobres. Quen Gui foi um exímio praticante. Quem teve o privilégio de o ver jogar, nunca esquecerá o seu estilo muito característico. Quen Gui era um homem bom. Deixa muitas saudades. Curvamo-nos perante a sua memória. Que descanse em paz.»

À hora em que encerrámos esta edição ainda eram desconhecidos os pormenores sobre o funeral de Quen Gui, o jogador que «cativava o público com a sua forma de jogar», como recorda a ex-basquetebolista Carmo Rebelo.

Deixou-nos ontem, aos 66 anos de idade.2

A equipa de basquet da AB7 em Moatize, 1973. Quen Gui é o terceiro a contar da direita. Foto de um colega. Creio que aqui estava a prestar o serviço militar obrigatório mas não tenho a certeza.

Anúncios

34 comentários »

  1. Não o conheci pessoalmente, mas vi-o jogar muitas vezes. Excelente jogador e sempre com uma postura em campo em todas as vertentes irrepreensível. Paz à sua alma.

    Comentar por Armando Rocha — Abril 30, 2011 @ 5:49 pm

  2. Mais um baluarte do desporto Moçambicano que parte.A memória continua connosco. Para a família os meus sentidos pêsames.

    Comentar por António Morais — Abril 30, 2011 @ 5:50 pm

    • Partiu para mim um grande amigo que tive o previlegio de o conhecer, e de o ter como adversário, em muitos jogos de Basquete.
      Desportista impar, também como homem, foi sempre um exemplo para nòs.
      As minhas mais sinceras condolências, a toda a sua familia, nesta hora de dor.
      Paz á sua alma. Até um dia amigo.

      Comentar por Victor Agostinho — Abril 30, 2011 @ 9:19 pm

  3. Quen Gui, era o meu professor de matemática. Uma excelente pessoa que vai deixar saudades em todos os que o conheciam.

    Comentar por Tânia Gonçalves — Abril 30, 2011 @ 10:49 pm

  4. Gui, estarás sempre nos nossos corações. Nunca me esquecerei dos jogos Sporting-Académica, renhidos até ao fim, mas sempre com fair-play da tua parte.Até sempre querido amigo.

    Comentar por João Romão — Maio 1, 2011 @ 12:38 am

  5. Saudades que terei das nossas longas conversas, Quen Gui! Foste uma grande estrela do basquetebol moçambicano e não só, brilhas agora no Céu onde estarás certamente em plena Luz divina.
    Os meus mais profundos sentimentos à família, muita força nesta hora difícil.
    ♥Fica em paz meu querido conterrâneo beirense, até um dia!♥

    Comentar por Carla Moreira Ribeiro — Maio 1, 2011 @ 1:11 am

  6. Não quero ainda acreditar , não quero não…
    Sem mais comentarios amigo.

    As minhas condolências

    Comentar por Rogerio — Maio 1, 2011 @ 2:49 am

  7. estivemos juntos ha uns anos num jogo da velha guarda Barreirense versus Outros Jogadores no Barreiro, e da Beira
    falamos como nao podia deixar de ser. Os meus pesames.

    Comentar por santos costa — Maio 1, 2011 @ 6:17 am

  8. MUITO BOM TOMANÉ, UMA PÁGINA ESPECTACULAR…MAS SABES AO OLHAR PARA O GUI DÁ CÁ UMA TRISTEZA….EU TINHA DEZASSETE OU 18 ANOS QUANDO ME ENCONTREI COM ELE A PRIMEIRA VEZ NA BEIRA POR ALTURAS DO CAMP. PROVINCIAL DE MOÇ. EM JÚNIORES 1965. ELE JOGAVA PELO ATLÉTICO CHINÊS E EU PELO MALHANGALENE. DEPOIS FOI A CONVIVÊNCIA DESPORTIVA. ELE MANTEVE SEMPRE AQUELA CATEGORIA DE UM GRANDE JOGADOR, TANTO EM LM PELA ACADÉMICA, COMO MAIS TARDE JÁ CÁ EM PORTUGAL/COIMBRA….
    AS MINHAS CONDOLÊNCIA À FAMÍLIA…
    ALBERTO RODRIGUES (TOMATINHO)

    Comentar por Alberto Rodrigues — Maio 1, 2011 @ 10:17 am

  9. Estamos a perder as nossas referências. Primeiro João Maria Tudela, agora o Quen Gui. Além de jogador exímio um SENHOR de fino trato, amigo do seu amigo. Relembrar aquele jogador elegante que iniciou a sua actividade no Atlético Chinês e que numa noite no Pavilhão da Mocidade Portuguesa contra o Sporting de LM, com o Terry Johnson, me pôs a jogar basket. Obrigado Gui. As minha condolências a toda a Sua Família.

    Comentar por Beirense — Maio 1, 2011 @ 11:43 am

    • Meu caro Beirense,

      Partilho o sentido de perda, mas deixa-me lembrar que a referência que o Quen (e o JM Tudela) foram em vida mantêm-se connosco. Nós nos lembramos. Isso conta. A memória é a maior referência de todas. Abraço solidário.

      Comentar por ABM — Maio 1, 2011 @ 3:13 pm

  10. E com profunda dor no coracao que recebo esta noticia do Quen. Companheiro dos tempos de basketball na Beira e da Escola Tecnica e uma amizade que durou este tempo todo. Tinha esperancas de o rever daqui a duas semanas no almoco da Escola Tecnica em Lisboa. Que estejas em paz Quen. Os meus sentidos pesames a familia.

    Comentar por Kathleen Burt (Binda) — Maio 1, 2011 @ 3:17 pm

  11. E com muita e profunda tristeza que lamento o falecimento do Prof. Quen Gui. Foi meu professor e um grande amigo. Ainda hoje e onde quer que passasse e o encontrasse ele se lembrava de mim. Grande conversador, grande professor e especialmente grande amigo. As minhas sinceras condolências à família.

    Comentar por Claudia Tenente — Maio 1, 2011 @ 5:21 pm

  12. Soube pelo Luís Almeida que estava internado e muito mal. Recordo não só o grande jogador, um dos meus ídolos, mas também em Coimbra, de 76 a 79 depois da desgraça,convivi com o atleta e o Homem, simples e educado, que passou a ser um amigo que infelizmente nunca mais tive o prazer de rever. Até um dia grande Quen Gui!

    Comentar por Vasco Abreu — Maio 1, 2011 @ 6:23 pm

  13. era um professor espectacular

    Comentar por Regina Neto — Maio 1, 2011 @ 8:29 pm

  14. Descansa em paz, meu Amigo de sempre!

    Comentar por Rosa Carvalho — Maio 1, 2011 @ 8:53 pm

  15. Um final de campeonato juniores SLB/Atlético que perdemos devido à intervenção deste então jovem e ainda desconhecido jogador, grande classe nesta estreia que se veio a confirmar como um dos nossos melhores jogadores de sempre.
    Desportista no verddeiro significado deste termo.
    Com tristeza soube que partiste, sentidos sentimentos à familia e amigos. Jorge Sousa

    Comentar por Sousa Jorge — Maio 1, 2011 @ 9:39 pm

  16. Grande Quen Gui

    Deixaste uma grande marca em todos os que te conheceram. E ainda tinhas tanto para dar! Não é justo, mas é óbvio que este não é um caso de justiça.

    Comentar por Paulo Providencia — Maio 1, 2011 @ 9:44 pm

  17. Eu e o Carlos estamos consternados. Perdemos um grande colega, um Bom amigo, um Grande Homem. O Mundo ficou mais pobre. Sim, o Quen era um Homem do Mundo. Quem com ele conversava sabia que tinha perante ele um amigo incondicional, um mestre, um matemático, um sociólogo, Um Conhecedor do Mundo.
    Acredita,Quen, estejas onde estiveres tu és e sempre serás uma fonte de inspiração. Eu não te vou perder pois guardo-te no meu coração!

    Comentar por Maria Gracinda Soares — Maio 2, 2011 @ 12:24 am

  18. Quen Gui, para além de professor do meu marido e, mais tarde do meu filho, foste meu colega e amigo. Continua a brilhar lá no céu. Até mais!
    O funeral será 3ª feira às 10:00, para todos os que nos quiserem acompanhar neste momento de homenagem.

    Comentar por Rosa Oliveira — Maio 2, 2011 @ 8:12 am

  19. O Corpo do Quen Gui vai hoje para o Centro Funerário de Nossa Senhora de Lurdes (Montes Claros- Coimbra) depois das 14h. Amanhã dia 3, às 10h será a Missa de Corpo Presente, seguindo depois para o complexo funerário da Figueira da Foz.

    Helena

    Comentar por Helena Diogo — Maio 2, 2011 @ 9:07 am

  20. Por favor, alguém saberá indicar-me dados concretos do funeral do Gui, para além do dia e da hora que já consegui ler, o sítio onde irá decorrer? Muito obrigada.

    Comentar por Rosa Carvalho — Maio 2, 2011 @ 9:39 am

    • Ol Rosa, amanh, sff ver a nota no blogue…

      Comentar por Antonio Botelho de Melo — Maio 2, 2011 @ 11:42 am

      • Obg, lá estarei!

        Comentar por Rosa Carvalho — Maio 2, 2011 @ 12:12 pm

  21. Foi aquele Professor que marca uma vida.
    Amigo, psicólogo, conselheiro… É com uma tristeza e uma dor imensa que lamento a sua partida.
    Sentidas condolências à família.

    Comentar por ana afonso — Maio 2, 2011 @ 10:29 am

  22. Funeral Professor Quen Gui,
    O corpo encontrar-se-á depositado hoje, segunda-feira, a partir das 14 Horas no Centro Funerário Nossa Senhora Lourdes (Montes Claros), onde, amanhã, terça-feira, pelas 10:00 Horas será celebrada Missa de Corpo Presente, seguindo após cerimónias religiosas para o Complexo Funerário da Figueira da Foz.

    Comentar por miguel — Maio 2, 2011 @ 11:29 am

  23. O grande Quen Gui nasceu a 25 de Setembro de 1947. 63 anos, portanto. Um grande homem em todas as vertentes.Marcante. Nunca o esquecerei.

    Comentar por Susana — Maio 2, 2011 @ 1:29 pm

    • Susana, muito obrigado pela nota. Eu li a peça do Diário de Coimbra que referia ele ter 66 anos de idade. A idade dele fora-me dada pelo (grande) Paulinho de Carvalho. Ele estava correcto. Muito grato. Tomané Botelho de Melo.

      Comentar por ABM — Maio 2, 2011 @ 6:28 pm

  24. Um jogador que dava prazer ver jogar.
    Abraço sentido a todos os que o amavam.
    IO

    Comentar por IO — Maio 2, 2011 @ 6:56 pm

  25. Amigo Gui. Somos amigos desde a nossa infância, em Matacuane, na Beira, fomos colegas na Escola e no desporto, onde subiste a um patamar muito elevado, mostrando, a quem teve o prazer de te ver jogar, a simplicidade e a técnica com que o fazias. Foste um professor querido pelos teus alunos. Todas as pessoas que contigo conviveram admiravam-te pela tua humildade e o teu trato facil.
    Quando soube da notícia da tua partida para a eternidade, senti um vazio esquisito!…. Paz à tua alma! Havemos de nos encontrar um dia.
    Os meus sentidos pêsames a toda a tua família

    Comentar por Antonio A. de Lemos Domingues — Maio 2, 2011 @ 8:48 pm

  26. O Quen Gui era aquela referência ética, cívica e humana que eu tinha no CAIC, onde éramos colegas… Eu de Filosofia, ele de Matemática… Que discussões, que argumentações, quantos devaneios trespassaram pelas nossas conversas, sempre interrompidas por aquele toque de entrada irritante! Um exemplo de humildade, de low profile, de simpatia, de conhecimento do Mundo! Um homem a quem nem sempre foi feita justiça pelo seu valor intrínseco… Ainda hoje, alguns alunos lembravam momentos marcantes com ele e diziam, espantados, que, afinal, todas as histórias desportivas e académicas contadas pelo professor Quen eram verdadeiras, pois agora liam tudo sobre ele, numa hora de dor… Palavras para quê?

    Descansa em paz… Deves estar muito divertido lá em cima, ao ver-nos nestes últimos dias…

    Comentar por Sérgio Alves — Maio 3, 2011 @ 10:08 pm

  27. Meu amigo, vou lembrar-me sempre dos conselhos sábios que tinhas para me dar! Descansa em paz.

    Comentar por Carina Rosa — Maio 3, 2011 @ 10:26 pm

  28. Obrigada a todos pelas bonitas palavras. Obrigada.

    Comentar por Diana Gui — Julho 18, 2011 @ 8:20 pm

  29. Conheci Quen Gui na escola tecnica na Beira eramos da mesma turma no primeiro ou segundo ano do ciclo.Nessa altura ja ele era um grande basquetista ..Que Deus o tenha em paz.

    Comentar por cupido — Outubro 8, 2011 @ 12:31 pm


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: