THE DELAGOA BAY COMPANY

Janeiro 29, 2011

A PISCINA DO CLUBE NÁUTICO DA BEIRA E AS RUÍNAS DO GRANDE HOTEL, 2004

Fotos gentilmente enviadas por Ana Paula Santos (Perpétuo)

A piscina do Clube Náutico da Beira, 2004.

Aspecto recente das ruínas do Grande Hotel da Beira, junto do qual se situava a piscina de 50 metros.

Outro aspecto das ruínas do Grande Hotel da Beira.

Janeiro 8, 2011

TREINO DE NATAÇÃO NA PISCINA DO FRANDE HOTEL DA BEIRA, ANOS 70

Esta fotografia foi enviada pela Maria da Luz Mendes (Jacobs).

Nadadores da Beira treinam na piscina do então já fechado Grande Hotel da Beira. Princípio dos anos 70. Ao fundo, pode-se ver Joaquim Aires

Novembro 11, 2010

PISCINA DO GRANDE HOTEL DA BEIRA

Com o complexo há longo encerrado (mas mantido) a selecção de natação de Moçambique efectou alguns estágios na cidade da Beira, utilizando esta piscina, nos anos 70.

A piscina do Grande Hotel da Beira foi o palco para estágios de natação.

Outubro 17, 2010

BEIRA, ESTÁGIO DE NATAÇÃO, 1972

Imagens tiradas durante o estágio da selecção de natação de Moçambique de dois meses feito na cidade da Beira em Junho e Julho de 1972. Os treinos eram feitos na piscina do Grande Hotel da Beira. O hotel em si estava fechado há anos mas era mantido.

José Sacadura, que vivia na Beira, era aqui o seleccionador de Moçambique.

Na piscina do Grande Hotel da Beira à hora do treino. À frente o Jaime Santos.

José Rodrigues, Jaime Santos, João Rodrigues.

José Rodrigues, ?, Olímpia Ótão, António Botelho de Melo, e João Rodrigues. Atrás, Graça Simão, Carlos Oliveira, Jaime Santos, Clotilde Botelho de Melo e Cristina Tavares

Numa praia da Beira. Da esqª, João Rodrigues, Jaime Santos, José Sacadura, José Rodrigues e Clotilde Botelho de Melo com André Sacadura ao lado.

Dezembro 26, 2009

PISCINA DO GRANDE HOTEL DA BEIRA

A piscina do Grande Hotel da Beira merece um menção aqui porque em 1972, creio que de forma aos nadadores moçambicanos melhor se prepararem face ao calendário das provas nacionais de natação, decidiu-se fazer um estágio de preparação para esses campeonatos na cidade da Beira, pois em Junho e Julho fazia frio demais em Lourenço Marques para se poder nadar e treinar convenientemente.

Eu participei nos estágios realizados em 1972 e 1973. Em 1974, devido à crescente confusão em Moçambique, não houve estágio nessa cidade.

Os estágios em que participei foram orientados pelo professor José António de Sacadura, que ali viveu até 1974, e que depois foi viver poara Coimbra, onde treinou o Clube Académico de Coimbra e mais tarde tornou-se dirigente na Federação Portuguesa de Natação (Sacadura hoje está reformado e vive numa vila perto de Azambuja)

Na Beira – que os nadadores de Lourenço Marques afectuosamente apelidavam, a partir de um slogan da cidade então, “Beira – a Cidade do Futuro, a Aldeia do Presente” – treinava-se na piscina do Grande Hotel da Beira. Nessa altura o complexo estava em condição perfeitamente boa, apenas estava encerrado, sendo a manutenção assegurada por uma pequena equipa.

A piscina na altura estava em condição absolutamente excelente e de facto as temperaturas na Beira nada tinham que ver com os 12 a 15 graus com que se tinha que lidar na capital mais ao sul.

Na Beira, os nadadores ficavam alojados numa esp+ecie de caserna chamada “Lar da Mocidade” e as nadadoras ficavam numa pensão ali a 500 metros.

A Beira era muito diferente de Lourenço Marques na altura. Menos cosmopolita e com muito menos gente, o Chiveve de vez em quando empestava tudo com um cheiro de morte, tinha uma pastelaria excelente (Mexicana?) um cinema novo (Novocine?) e aquela estação de comboios que não tem explicação. E os locais em vez vez de dizerem sorvete diziam ice cream, o que eu achava muito estranho e suspeito.

De resto, não havia muito para fazer para além de treinar, comer e dormir.

ABM

A piscina do Grande Hotel da Beira

Create a free website or blog at WordPress.com.