THE DELAGOA BAY COMPANY

Julho 14, 2011

O GRANDE DAVE ADKINS – UM AMERICANO NO BASQUET MOÇAMBICANO, ANOS 70 – EM 2011

Muito agradecido a Dave Adkins e ao Rogério Carreira pelas fotografias que aqui seguem.

 

Dave Adkins como muitos dos exmos leitores se recordarão dele, nos anos 70.

No seu excelente repositório de informação, o Rogério Carreira caracteriza numa linha a passagem do Norte-Americano Dave Adkins por Moçambique no princípio dos anos 70: “o Norte Americano Dave Adkins foi o treinador do Sporting no tempo de Mário Albuquerque, Nelson Serra, Rui Pinheiro, que ajudou a vencer em Luanda o Campeonato Nacional em 1973, com uma exibição de luxo frente ao Sport Lisboa e Benfica. Treinou também o Benfica , a Académica e o Desportivo.”

Mas há muito mais a dizer, e tive a sorte de a semana, após o Dave ter enviado uma sentida mensagem de condolências pelo falecimento de Adão Ribeiro, essa outra grande figura do basquet moçambicano e que conhecera bem, de estabelecer contacto com ele e pedir mais umas informações.

Dave Adkins jogou basquet desde jovem. logo na universidade (Cornell), cuja equipa de basquet integrou.

Em 1971 vai para a então Lourenço Marques, onde esteve no centro da evolução do basquet moçambicano até meados de 1974.

Nas suas palavras, traduzidas por mim (se bem que o Dave entenda bem e escreva razoavelmente português):

Eu treinei a Académica (Baganha, Gui, Quim Neves, Inc.) em 1972. Nesse ano ainda joguei algumas vezes como treinador-jogador, mas na altura não já estava na melhor forma física. Perdemos o campeonato provincial por um ponto contra o Sporting.

Em 1973 tive o privilégio de treinar a equipa veterana do Sporting de Lourenço Marques (Mário, Nelson, Luis A., Terry J., Ramão, Rui, Vitor, Simango, Tomané) e de os levar à final do campenato nacional de basquet, que vencemos ao derrotar o Benfica de Lisboa em Luanda por 102-77.

Em 1974 treinei a equipa de basquet do Desportivo (Lima e Cia.)

 Mais tarde treinei a equipa de basquet Hobart Devils, na liga profissionbal de basquet australiana, entre 1985-1989, a NBL durante três anos onde se fez um bom progresso com uma equipa que tradicionalmente tinha sido relativamente fraca. 

Em seguida, trabalhei durante dez anos como agente de atletas profissionais de basquet no estrangeiro, tendo colocado atletas na Austrália, Nova Zelândia, Japão e Europa.

Neste momento estou reformado e em vias de mudar-me, com a minha mulher Geneva, que conheci em Lourenço Marques onde ela trabalhava no consulado americano local, da cidade de Des Moines, no Estado de Iowa, para a cidade de Corpus Christi, no Texas.

Gostava de referir que os três anos que passei em Lourenço Marques e os contactos que tenho vindo a manter com a malta (sic) constituem pontos altos da minha vida pessoal e profissional. É sempre um enorme prazer contactar com antigos jogadores e treinadores do basquet de Lourenço Marques.

Quem quiser escrever uma nota ao Dave que escreva uma mensagem para aqui ou mande uma nota pedir o seu endereço de correio electrónico

1961. Dave em baixo à direita, na selecção de basquet do Midwest da NCAA, a liga americana de basquet universitário.

 

Dave Adkins em 1962 dá uma coça no seu adversário de Grinnell.

 

A equipa de basquet da Académica LM no tempo de Dave.

 

1972. As estrelas americanas numa digressão por Moçambique e Angola.

 

1973. O Sporting de Lourenço Marques atinge o zénite ao ganhar o campeonato nacional.

 

1973. Durante a primeira ronda do Campeonato Nacional de basquet em Luanda.

 

Luanda, 1973. Em apoteose, Dave é levado aos ombros da sua equipa - campeões nacionais.

 

Dave e Geneva passeiam em Joanesburgo, África do Sul, no dia...24 de Abril de 1974. No dia seguinte, um golpe militar em Lisboa prenunciou o fim da presença colonial portuguesa em África.

 

1979. Dave na Austrália.

 

1980. Dave, à direita, com dois craques do basquet australiano.

 

1987. Ainda na Austrália, Dave, à direita, com os Hobbart Devils, que pela primeira vez ganharam mais jogos do que os que perderam.

 

1996. Dave Adkins como agente de estrelas do basquet, aqui com alguns dos basquetebolistas que representou.

 

Em 1999, Dave Adkins publicou um livro sobre a sua carreira associada ao basquet. O livro pode ser comprado na Amazon, bastando ir ao sítio da Amazon na internet e colocar o nome dele ou o nome do livro.

 

Um comentário de Dave Adkins sobre a colocação de uma estrela do basquet americano.

 

Dave em 2005

 

Dave com a sua mulher Geneva em casa no Estado de Iowa, 2010. Em breve vão-se mudar para o Texas, onde o clima é mais....africano. Dave e Geneva copnheceram-se em Lourenço Marques, onde Geneva trabalhava no Consulado norte-americano local.

 

 

Novembro 15, 2010

DANIEL SILVA, ANTÓNIO AZEVEDO E OS AMERICANOS

Filed under: 1970 anos, BASQUET, Dave Adkins — ABM @ 6:06 am

Faltam os nomes dos atletas e dos dirigentes em baixo….como apesar do fantástico apoio aqui das tropas continuo a não saber quem é quem, inseri referências que assim permitirão identificar as pessoas.

Na fila de trás: (? t1), (? t2) e (? t3). Na fila do Meio: (? m1), (? m2), (? m3) e (? m4). Na fila da frente: (? f1), (? f2) e (? f3).

Então, o ponto da situação é:

Segundo a Célia Quartin, o m1 é o Dave Atkins.

Segundo o Carlos Gil, o t2 é o Richard Almstead.

Ainda segundo o Carlos Gil, o f1 poderá ser o Mahlon Sanders.

A Ana de Olim confirmou que o m2 é o avô dela, o celebrado (pela Isabella) dirigente Daniel Silva.

A Isabella parece que conhece o António Azevedo mas não indicou qual era.

 

 

 

Create a free website or blog at WordPress.com.