THE DELAGOA BAY COMPANY

Novembro 22, 2011

ANTIGOS NADADORES E TREINADORES DE MOÇAMBIQUE E FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE NATAÇÃO HOMENAGEIAM DULCE GOUVEIA, 19 DE OUTUBRO DE 2011

Muito grato ao Carlos Oliveira, que disponibilizou as fotografias que se encontram em baixo.

A Dulce Gouveia ficou de me ajudar com as legendas mas decidiu ir ao banco e deixou-me pendurado. Completarei as legendas mas tarde.

Para ver as fotos em baixo com o tamanho máximo, prima na imagem que quiser ver duas vezes com o rato do seu computador.

P1, Olímpia Ótão (Pereira), Olga Camacho. Mãe Camacho, Carlos Oliveira e Jaime Santos.

P1, Olímpia Ótão (pereira), Olga Camacho, Mãe Camacho e Luis Camacho.

Anabela Gouveia, Regina Veloso, Manuela Botelho de Melo, Clotilde Botelho de Melo, José Luis Ribeiro, Victor Cerqueira, Júlio Ribeiro, Carlos Oliveira (atrás), Guiomar (mulher de J. Ribeiro), Fernanda Campos e Mélita Sampaio.

Regina Veloso, Manuela Botelho de Melo, Clotilde Botelho de Melo, José Luis Ribeiro, Victor Cerqueira, Júlio Ribeiro, Carlos Oliveira, Guiomar (mulher de J. Ribeiro), Fernanda Campos e Mélita Sampaio.

Regina Veloso, Manuela Botelho de Melo, Clotilde Botelho de Melo, José Luis Ribeiro, Victor Cerqueira, Júlio Ribeiro, Carlos Oliveira (atrás), Guiomar (mulher de J. Ribeiro), Fernanda Campos e Mélita Sampaio.

Ágata Gouveia, filha de Anabela Gouveia. Atrás, Ezequiel Gameiro das Neves.

Olímpia Ótão (Pereira), Dulce Gouveia, Clotilde Botelho de Melo e Graça Maia.

Dulce Gouveia discursa enquanto Eduardo Horta e Leonel Gomes observam.

Leonel Gomes, Eurico Perdigão e Dulce Gouveia. Do outro lado da Dulce, Manuel da Mata e José Sacadura.

Mais uma imagem de Dulce Gouveia a falar.

Eurico Perdigão, Dulce Gouveia, José Sacadura (que deixou cair a caneta no chão).

Dulce Gouveia.

José Sacadura descreve o dia em que teve que se impor aos gabirús que perseguiam a Dulce que estava a usar um biquini cor de rosa em que se discutia se havia pano a menos ou carne a mais.

José Sacadura, explicando agora quantos Garibaldis a Dulce conseguia comer após um treino no Tamar em Algés.

Uma placa, oferecida especialmente para a ocasião pela Federação Portuguesa de Natação, muito aptamente dirigida pelo Prof. Paulo Frishknecht, um dos grandes nadadores de Portugal, que conhece bem Dulce Gouveia e o seu passado.

Em representação do Presidente da Federação Portuguesa de Natação, Eurico Perdigão entrega uma placa homenageando Dulce Gouveia.

Na mesa de honra, Eurico Perdigão explica quantos croquetes a Dulce comia a seguir ao jantar, antes das provas.

Eurico Perdigão, que fez uma carreira no Desportivo e em seguida no Sport Algés e Dafundo (onde aliás se formou) faz uso da palavra.

Dona Rute Abreu, mãe de Suzana, Vasco, Rui e José Manuel Abreu, com Eurico Perdigão.

Célia Quartin, Cristina Horta (mulher de Eduardo Horta) e Isabel Menezes.

Melita Sampaio, Eduardo Horta e Fernanda Campos.

Paula Botelho de Melo, que se deslocou de Los Angeles para estar neste almoço de homenagem a Dulce Gouveia, e Carlos Oliveira.

Na mesa de honra, da esquerda: Fernanda Campos, Eduardo Horta, Leonel Gomes, Eurico Perdigão, Dulce Gouveia e José Sacadura.

Mais uma imagem da mesa de honra. Da esquerda: Leonel Gomes, Eurico Perdigão, Dulce Gouveia, José Sacadura, Ezequiel Gameiro das Neves e Manuel Mata.

Leonel Gomes e Fernanda Campos.

A gang do Ferroviário posa para uma foto com o Prof. José Sacadura. De pé: Manuel da Mata, Dona Tina (mãe do Fernando Pinto), Gabriela Tavares, Luis Camacho, José Sacadura, Olga Camacho. Por baixo Ana Maria Guerra, Júlia Sobral, Fernando Pinto e D. Mariazinha.

José Sacadura e Ezequiel Gameiro das Neves.

Fernanda Campos e Eduardo Horta.

Melita Sampaio, Victor Cerqueira, Pedro Fonseca e Guiomar.

Clotilde Botelho de Melo e Paula Botelho de Melo.

A grandes nadadoras Regina Veloso e Fernanda Campos, de entre as grandes pioneiras da natação de Moçambique no panorama português.

Regina Veloso e Fernanda Campos.

Manuel da Mata, um dos grandes treinadores de Moçambique, de depois fez carreira no Sport Algés e Dafundo e Ezequiel Gameiro das Neves, nadador e dirigente durante anos na Federação Portuguesa de Natação.

Nelson Silva, que fez "natacinha" no Desportivo mas que faz parte da mobília da casa, e Pedro Fonseca.

O Dr. Júlio Ribeiro, nadador do Desportivo e campeão, Ezequiel Gameiro das Neves, Anabela Gouveia e a sua filha Ágata. Atrás, Rui Braga de Almeida.

Ezequiel Gameiro das Neves, Anabela Gouveia, Ágata Gouveia e Júlio Ribeiro.

Júlio Ribeiro, Américo Azevedo (irmão da Janete, Pilar, Cãndido e Dalila Azevedo) e Graça Maia.

D. Celeste Gouveia, matriarca da família Gouveia, Dulce Gouveia, com a Maria João Gouveia e mais abaixo a sobrinha Ágata.

Manuel da Mata e Ana Maria Guerra, ex-brucista do Ferroviário.

Vítor Mata (filho do Sr. Manuel da Mata) Carlos Oliveira, Américo Azevedo e Victor Cerqueira.

Victor Mata (filho do Sr. Manuel da Mata) Carlos Oliveira, Américo Azevedo e Victor Cerqueira.

Américo Azevedo, Dulce Gouveia e seu pai, o Eng. Tomás Gouveia, um dos pilares do velho Desportivo.

Américo Azevedo e Eng. Tomás Gouveia. Ao fundo podem-se ver Eduardo Horta, Cristina Horta e Paula Botelho de Melo.

Mané Barreto Lopes com a sua filha e as suas netas e ...(não sei quem é).

Helena Carvalho (Chaves), Isabel Menezes (Bandeira) e Célia Quartin.

Fernando Botelho de Melo, Lucília Vieira, José Manuel Abreu.

Eurico Perdigão, José Manuel Abreu, Rute Abreu e Leonel Gomes.

Regina Veloso, José Sacadura, Ezequiel Gameiro das Neves (Veca).

Regina Veloso, Anabela Gouveia, Clotilde Botelho de Melo, Paula Botelho de Melo, José Luis Ribeiro, Victor Cerqueira, Manuel Botelho de Melo, Júlio Ribeiro e sua mulher Guiomar, Melita Sampaio, Leonel Gomes e à frente Graça Maia.

Anúncios

Abril 5, 2011

A HISTÓRIA DO FAZ-TUDO

(Tinha inserido este texto noutro lugar mas autonomizei-o aqui).

Quando eu era pequeno, o Faz-Tudo da piscina do Desportivo (pagava para saber o seu nome de berço) era quem tomava conta da piscina do Desportivo e mantinha as tropas na ordem. Era um homem negro, parecia-me na altura incrivelmente velho, respeitado, parecia que estava há uma vida na Clube.

Acho que faleceu antes de 1974.

A sua importância em particular em termos da família Botelho de Melo foi um episódio, ocorrido na primeira metade dos anos 1960, num domingo de manhã solarento em que os Botelhos de Melo, como muitos, foram passar a manhã à piscina do Clube. O episódio foi-me contado pela minha mãe. A piscina grande estava cheia de gente, música a berrar no megafone debaixo da prancha dos 10 metros e miudagem a correr por todos os lados, os adultos sentados em conversa. A certa altura, portanto, ninguém reparou que o meu irmão Fernando, que estava a brincar com uma bola, foi atrás dela, na direcção da piscina grande e …caíu dentro de água. Ninguém reparou, excepto o Faz-Tudo, que viu o Nando a afundar-se. O Faz-Tudo não sabia nadar. Mesmo assim, vestido, lançou-se para dentro de água, desceu até ao fundo da piscina e trouxe o meu irmão para a superfície, já azul. Os meus pais apanharam o mais valente susto. Com algum esforço, ele recuperou a consciência, mas, devido ao incidente, durante anos e anos ficou com alguma gaguez. Os meus pais ficaram eternamente agradecidos ao Faz-Tudo e a partir dessa altura todos os anos no fim do ano davam-lhe uma prenda, como sinal de agradecimento pelo que ele havia feito naquele dia. O meu irmão hoje está vivo e de saúde (vive em Espanha). Em parte deve isso ao que este senhor fez naquele domingo de manhã na piscina do Desportivo.

A Marília Bragança, que na altura era mufana, enviou esta nota: ” 

Lembro-me tão bem desse dia!  O teu Pai estava na altura a jogar tenis com o meu, e eu estava a assistir.

Houve uma grande comoção quando o Faz-Tudo começou a gritar, bem alto, algo como, “está aqui um menino… estava a morrer afogado” e os nossos pais correram logo na direção da piscina!

Mais tarde, lembro-me também de ver o Nando embrulhado numa mantinha dentro do carro, no momento em que os teus pais voltaram ao Desportivo para irem buscar os outros filhos que tinham ficado lá, quando o teu irmão foi levado para o Hospital. 

Há ocasiões que nos marcam para o resto da nossa vida e no meu caso, essa foi uma delas. (…).

O Faz-Tudo era um bom Homem  e… “All’s well that ends well.”, não é verdade?

Uma nota adicional do Victor Cerqueira: “Encontrei um dos filhos do Faz-Tudo nos GEPs. Foi um extraordinário combatente, foi ferido em combate, penso mesmo que foi condecorado (se não foi devia ter sido) foi uma alegria é uma surpresa encontrá-lo como combatente ao meu lado. Teve que fugir para o Malawi.”

Abril 2, 2011

NADADORES DO DESPORTIVO LOURENÇO MARQUES, 1967

A versão com mais resolução desta fotografia foi generosamente enviada pela Lucília (Vieira) Domingos, bem como a identificação de muitos dos nomes.

Quem souber mais nomes ou quiser fazer correcções, agradeço que escreva para aqui.

O pessoal do Desportivo em 1967. Para ver a foto em maior detalhe, prima duas vezes nesta fotografia

A mesma fotografia mas numerada. A chave encontra-se em baixo.

01 a 10

01 – Anabela Gouveia, 02 – Alice Aleixo, 03 – ?, 04 – Margarida Mata, 05 – ?, 06- ?, 07- ?, 08- Fernando Morais (primo da Suzana, Vasquinho, Zé), 09 – António Sacadura (“Sodas”), 10 – ?

11 a 20

11 – Domingos Campos Ferreira, 12 – ?, 13 – ?, 14 – ?, 15 – João Vieira, 16- ?, 17- ?, 18- ?, 19 – ?, 20 – ?

21 a 30

21 – ?, 22 – ?, 23 – Helena Ho?, 24 – José Rodrigues, 25 – ?, 26- ?, 27- ?, 28- Vitor Mata ?, 29 – ?, 30 – ?

31 a 40

31 – ?, 32 – ?, 33 – Victor Cerqueira, 34 – Paula Botelho de Melo, 35 – Fernando Botelho de Melo, 36- ?, 37- Eugénia Loureiro, 38- ?, 39 – ?, 40 – ?

41 a 50

41 – ?, 42 – ?, 43 – ?, 44 – Profª Maria Conceição Gourinho Oliveira, 45 – ?, 46- ?, 47- João Rodrigues, 48- ?, 49 – ?, 50 – ?

51 a 60

51 – ?, 52 – ?, 53 – ?, 54 – ?, 55 – Cló Botelho de Melo, 56- Ana Paula Pinto ?, 57- Mário Rui Resende, 58- ?, 59 – ?, 60 – ?

61 a 70

61 – Sr. Carlos Carvalho (Seccionista)?, 62 – Lígia Rodrigues, 63 – Teresa Gourinho Oliveira, 64 – ?, 65 – ?, 66- Leonel Gomes, 67- ?, 68- ?, 69 – ?, 70 – ?

71 a 80

71 – ?, 72 – ?, 73 – ?, 74 – ?, 75 – ?, 76- Eurico Perdigão, 77- Bernardete Campos, 78- ?, 79 – ?, 80 – ?

81 a 90

81 – ?, 82 – ?, 83 – ?, 84 – ?, 85 – ?, 86- ?, 87- ?, 88- ?, 89 – Nelson Silva, 90 – Emiliano de Sousa (Victor Cerqueira dixit)

91 a 98

91 – Vasco Abreu, 92 – Dulce Gouveia, 93 – Suzana Abreu, 94 – Maria Paula Valadão, 95 – Manuela Gourinho Oliveira, 96- ?, 97- António Botelho de Melo, 98- ?


Dezembro 11, 2010

MINI-BASQUET DO DESPORTIVO, ANOS 60

Foto de Paulo Soares.

A equipa de mini-basquet do Desportivo LM. Fernando Botelho de Melo é o 1º de pé à esquerda. Paulo Soares é o 2º da esquerda de joelhos. Faltam os nomes do resto do pessoal.

Novembro 30, 2010

OS IRMÃOS BOTELHO DE MELO NO DESPORTIVO

No relvado da piscina pequena do Desportivo, Anos 60.

Para ver em tamanho maior, prima duas vezes na fotografia.

Da esquerda: Paula, ABM; Fernando, Cló, Francisco, Mesquita, Manuela. Na verdade somos oito mas a oitava (Margarida) não estava aqui

Outubro 12, 2010

EQUIPA DE NATAÇÃO DO DESPORTIVO, ANOS 60

Nesta foto podem.se ver, da esqª para a direita: o miúdo é o Fernando Botelho de Melo, depois Júlio Ribeiro, ao fundo o pai da Alice Aleixo, Victor Cerqueira, Susana Abreu, Anabela Gouveia (o senhor atrás dela não reconheço), ?, Clotilde Botelho de Melo e Dulce Gouveia. Directamente em frente à Clotilde está a sua irmã mais nova, Paula.

Se alguém souber os nomes que faltam, agradece-se enviar mensagem.

A Selecção de Natação do Desportivo

Setembro 24, 2010

NA PISCINA DOS PEQUENOS, 1963

Fernando, António e Paula Botelho de Melo na piscina dos pequeninos do Desportivo, 1963

Segunda foto dos três

Setembro 9, 2010

SELECÇÃO DE NATAÇÃO DE MOÇAMBIQUE, 1968

Selecção de natação de Moçambique em 1968. Da esquerda para a direita vê-se: Fernando Botelho de Melo, Júlio Ribeiro, Victor Cerqueira, Susana Abreu, Anabela Gouveia, ?, Cló Botelho de Melo e Dulce Gouveia

Abril 19, 2010

FERNANDO BOTELHO DE MELO

Filed under: 1970 anos, Fernando Botelho de Melo — ABM @ 3:54 pm

Pois ele nadou uns tempos no Desportivo. Irmão da Cló, António Paula, Manuela, Mesquita, etc.

Fevereiro 9, 2010

NA RUA DA DEMANDA EM LM

A Rua da Demanda nunca mudou de nome, talvez porque ninguém deve saber a que propósito vem este nome.

Em cima: Carwolse, Pierre, Paula. Em baixo; Cló, Tomané, mãe Melo, Nando B de Melo

Pierre Jeanrenaud, Nando, Paula, Carwolse

Create a free website or blog at WordPress.com.